Etiqueta à Mesa Japonesa: o Guia Definitivo

Guia Super Legal sobre Etiqueta à Mesa Japonesa 

Cada país tem, inseridas em sua cultura, regras muito específicas de como se comportar durante as refeições. É essencial estar atento aos detalhes e saber respeitar esses costumes, principalmente quando estamos viajando ou sendo recepcionados por anfitriões estrangeiros.

Quando falamos na cultura nipônica, a etiqueta à mesa japonesa é muito diferente da que estamos acostumados aqui no Brasil. Por se tratar de uma cultura tão tradicional, existem muitas práticas que devemos respeitar enquanto saboreamos sua culinária tão rica. Para isso, elaboramos um guia completo que ensinará todas as regras que você precisa saber ao participar de uma refeição japonesa. 

Etiqueta à Mesa Japonesa: o Guia Definitivo Refeição

Antes da Refeição 

Existem muitas gafes que podem ser cometidas à mesa antes mesmo da refeição começar. Para evitar constrangimentos, fique atento às seguintes regras quando for a um restaurante ou casa japoneses:

  • Ao entrar em restaurantes japoneses tradicionais ou na casa de anfitriões desse país, verifique sempre a necessidade de tirar os sapatos. Essa é uma regra que os japoneses seguem para manter a higiene da habitação, uma vez que os sapatos trazem muitas impurezas da rua. Em alguns locais, pode haver à disposição de chinelos que deverão ser utilizados apenas no interior da habitação;
  • As mesas de refeição tradicionais japonesas são baixas. Os convidados devem sentar ao redor delas em almofadas. O modo correto de sentar-se durante uma refeição japonesa é posicionando as pernas dobradas embaixo do corpo. Essa posição é chamada de seiza.
       Veja o tutorial bem humorado a baixo em vídeo de como se sentar de seiza:

 


  • Geralmente, os anfitriões japoneses oferecem ao convidado uma toalhinha quente para limpar as mãos, uma vez que alguns alimentos podem ser consumidos com elas. Após utilizar a toalha, basta colocá-la sobre a mesa sem dobrar.

Durante a Refeição

O momento mais importante para aplicar as regras de etiqueta à mesa japonesa é durante as refeições. Nessa cultura milenar, o uso correto do hashi é um dos fatores principais para portar-se bem. Mesmo que você não saiba manipular com destreza esse instrumento, procure utilizá-lo em respeito às tradições orientais. Não é visto com bons olhos o uso de garfo e faca.

Para utilizar corretamente o hashi, o palito superior deve ser segurado com os dedos polegar, indicador e médio, enquanto o inferior é apoiado na base do dedo polegar. Para pegar os alimentos, o hashi deve ser manipulado em formato de pinça, movimentando apenas o palito superior. Alguns restaurantes oferecem adaptadores de plástico ou elásticos para facilitar a tarefa.

Confira o vídeo bem legal abaixo do uso correto do hashi:

Lembre-se que os alimentos nunca devem ser espetados com o hashi, pois essa prática está reservada a cerimônias religiosas. Além disso, os alimentos não devem ser passados do seu hashi para o de outra pessoa.

Durante as pausas, o hashi devem descansar em um suporte próprio, paralelo à borda da mesa, nunca perpendicular ao corpo. Caso não haja suportes disponíveis, você pode improvisar dobrando o papel no qual os palitinhos descartáveis vêm embalados.

O hashi não deve ser utilizado para apontar para pessoas ou objetos. Também não se deve tocar alimentos que não serão comidos com o hashi, pois é considerado falta de higiene.

Além das regras de etiqueta à mesa japonesa relacionada ao hashi, há vários outros conselhos práticos que você deve aplicar durante as refeições: 

  • Ao comer alimentos em tigelas, levante esses recipientes para evitar que os alimentos caiam e facilitar seu manuseio com o hashi;
  • Os sushis devem ser colocados inteiros na boca, não sendo educado cortá-los, morder apenas um pedaço ou desmontá-los. Esses alimentos podem ser consumidos com as mãos;
  • Entre diferentes cortes de peixe, é recomendado comer lascas de gengibre para limpar o paladar e prepará-lo para os próximos sabores;
  • O shoyu deve ser colocado em recipientes próprios, sem enchê-los até a borda. Apenas uma pequena quantidade é suficiente e você poderá repor o molho se necessário; 
  • Apenas o peixe cru deve ser imerso no shoyu, uma vez que os outros ingredientes da culinária japonesa já são servidos temperados. Além disso, emergir o arroz no molho pode fazer com que ele esfarele e o sushi desmanche;
  • Ao tomar os caldos, você pode trazer o recipiente à boca e virá-lo. Alguns restaurantes, trazem colheres especiais como instrumento para tomar o caldo; 
  • Fazer barulhos ao tomar os caldos ou comer o macarrão não é considerado desrespeitoso e sim um sinal de que a comida está sendo apreciada.

Ao Beber Saquê

Etiqueta à mesa japonesa: Ao beber saquê

O saquê pode ser consumido quente ou frio e geralmente é servido em um frasco chamado tokuri. Embora alguns restaurantes disponibilizem caixinhas de madeira (masu) para que as pessoas tomem a bebida, tradicionalmente no Japão são usados pequenos copos de cerâmica.

Não é correto servir-se de saquê; a bebida deve ser servida a você sempre por outra pessoa. Ao servir o saquê, você deve segurar o tokuri com ambas as mãos. Ao ser servido, você deve apoiar seu copo com a mão esquerda e segurá-lo com a direita.

A bebida deve ser degustada aos poucos, em pequenos goles. É considerado falta de educação beber o saquê antes que todas as pessoas da mesa sejam servidas e o brinde ser realizado. Sempre que um copo esvaziar-se, o saquê deve ser servido novamente, não podendo o copo estar vazio durante a refeição.

Na Cerimônia do Chá

Etiqueta à mesa japonesa: Na cerimônia do chá

No Japão, há uma tradicional cerimônia, com bases religiosas, na qual serve-se chá aos convidados. Ao participar desta cerimônia, é essencial conhecer as regras de etiqueta à mesa japonesa, pois trata-se de uma ocasião que exige muito respeito.

Os convidados devem chegar com antecedência, posicionar-se à direita do anfitrião na posição seiza e manter-se em silêncio durante toda a cerimônia. Ao ser servido é essencial abaixar-se em agradecimento, antes de consumir o alimento. Em um primeiro momento, é servido um doce. A seguir, o anfitrião prepara o chá na presença do convidado utilizando utensílios tradicionais e serve-o ao final.

Consideração Final

Temos certeza que após a leitura desse guia, você estará preparado para participar de refeições japonesas respeitando a etiqueta à mesa dessa cultura milenar. Para saber mais sobre os países orientais e sua cultura, não deixe de acompanhar nossas outras publicações sobre o tema.

CostumeCulturaCuriosidadeJapãoTradição

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.